Páginas

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

DEP– CAMPO PARA O DESENVOLVIMENTO E EDUCAÇÃO PERMANENTE


Leonardo Feijão



O autoconhecimento é impossível se não formos além da nossa existência superficial, que é mero resultado de experiências exteriores selecionadas pela memória – uma representação inexata ou tradução apressada, incompetente e fragmentária de uma pequena parte do nosso grande Ser. Precisamos ir além disso e lançar a nossa sonda bem fundo no inconsciente; precisamos abrir-nos ao superconsciente para conhecer a relação que existe entre essas coisas e o nosso ser superficial. Porque é entre essas três noções que a nossa existência se movimenta e é nelas que encontra sua totalidade. (Sri Aurobindo)



Você caminha satisfeito pelo mundo como ele está?


O Campo DEP é um espaço para o desenvolvimento e educação permanente de indivíduos, grupos, instituições e comunidades, organizado institucionalmente como Instituto de Cultura para o Desenvolvimento e Educação Permanente – ICDEP. Para consecução de suas finalidades, o ICDEP pode integrar-se em atividades comunitárias; promover atividades complementares de assistência à saúde e ao desenvolvimento social; oferecer consultoria para grupos e instituições que tenham interesse no desenvolvimento humano; organizar encontros, jornadas e congressos destinados ao intercâmbio e à difusão de conhecimentos destinados ao pleno desenvolvimento humano; editar livros e revistas; apoiar e desenvolver iniciativas educacionais, incluindo pesquisas, aconselhamento individual, oficinas vivenciais, dinâmicas de grupo e ações comunitárias sociais e ambientais; promover cursos não formais visando o desenvolvimento humano de acordo com a metodologia da Dinâmica Energética do Psiquismo – DEP.

Fundamentada no conhecimento de ponta em neurociências, psicologia transpessoal, física quântica e focada em princípios milenares de autoconhecimento, a Dinâmica Energética do Psiquismo (DEP) é uma Escola Iniciática que desenvolve trabalhos de autoconhecimento por meio da respiração e da consciência no corpo, da percepção flutuante e do enraizamento, da meditação e da contemplação na Presença do Ser essencial. Para a fundadora e mestre da Escola, Aidda Pustilnik, “o trabalho desenvolvido visa transformar os indivíduos em cuidadores/curadores do planeta”.


A DEP, fundada por Theda Basso e Aidda Pustilnik, apresenta um legado intelectual e metodológico próprio. Pelo autoconhecimento visa o despertar da consciência como base para a saúde ambiental e social, para a vida individual e coletiva, em que floresçam a solidariedade, a cooperação, a compaixão e a paz. É um trabalho vitalizador e de desidentificação dos condicionamentos e impregnações corporais, sociais e culturais, permitindo a cada um ser o que é em sua essência, participante em sua existência cotidiana, familiar, profissional e social. Busca o desenvolvimento de uma atitude terapêutica diante desse mundo insano e violento em que vivemos; uma atitude perceptiva a partir de uma visão abrangente, holística, que reconhece o potencial humano que quer se expressar e pode criar um mundo diferente, solidário, compassivo, em cooperação mútua para o bem-estar de todos.


A Escola está aberta a profissionais de diversas áreas, que estejam interessados em realizar um percurso de transformação a partir de seu eu pessoal. Busca e ensina o desenvolvimento e a ampliação da consciência, afirmando nossa experiência como ser humano participativo da totalidade. Reconhece o ser humano como ser multidimensional, com seus níveis físico, vital, emocional, mental e espiritual. “É uma forma de mostrar ao indivíduo que ele está sendo usado por essa sociedade financista e consumista. Busca desenvolver o amor ao próximo, a consciência de um mundo completo, inteiro, unificado, nutrido de vários níveis e dependente da ação conjunta dos indivíduos”, esclareceu Theda Basso. 


Segundo Aidda, no curso, a pessoa aprende a cuidar da sua essência. “Você passa por um processo de autoconhecimento, onde é possível nos tornarmos criadores não só da nossa vida, mas de uma nova sociedade, de um novo mundo; se possível amanhã”, diz. São ao todo três anos de formação, sendo oito encontros por ano nos fins de semana e encontros mensais com assistentes da Escola. Em 20 anos de funcionamento já são mais de 1.000 alunos formados pela Escola.


Para ingressar na DEP é necessário ter o 3º grau completo e interesse em abrir mente e espírito. Aidda ressalta que o trabalho não é de graduação. “Não formamos psicoterapeutas. Mas, a DEP é reconhecida mundialmente por psicoterapeutas, inclusive pelo Colégio Internacional de Terapeutas, como uma Escola de referência na Dinâmica Energética do Psiquismo”, explicou. “Nós chamamos as pessoas que passam pelo processo de terapeutas capazes de atuar no mundo com outro olhar e contribuir para o desenvolvimento do planeta”, concluiu.


Serviço – Para apresentação de currículo, entrevista e matrícula, informações adicionais em:
Brasília/DF – (61) 8130-0565 – de 14h a 17h – Lívia ou icdepbr@icedep.org.br
Fortaleza/CE - (85) 8880-1084 e (85) 3261-9781 – Lívia Costa ou livia.p.c@bol.com.br
São Paulo/SP – (11) 5549-0642 – de 12h30 a 17h30 – Chris ou icdepsp@icedep.org.br
Salvador/BA – (71) 3011-5686 e (71) 9611 - Auselice ou icedep@yahoo.com.br ou dinamicaep@depsique.org.br