Páginas

quinta-feira, 8 de março de 2012

SOL-SE-PONDO

que amores
me reservas?
que cores
que relvas
que flores
que ervas?

quantas tardes
solporemos?
que crepúsculos
obraprimam
nosso encontro?

quentes primaveras
quantos sóis verão?
quanto ninho
se desmancha
palhas?
quanta pena
voa já sem pausa
sem pássaro
sem ar sem sequer
voar?